Dicas para quem quer começar os estudos

Marselha

Tarô de Marselha

Dar os primeiros passos nos estudos para aprender o Tarô será sempre uma grande aventura.
Encontraremos as mais diversas informações que muitas vezes entrarão em conflito.
Hoje em dia com a facilidade da internet, tempos a possibilidade de encontrar de tudo nela, o que nem sempre significa encontrar algo de qualidade.

Vou citar algumas dicas para que esse início não seja muito conturbado.

1 – Qual Tarô eu devo escolher?

No meu ponto de vista o Tarô inicial deve ser um onde você encontre a simbologia representada conforme os Tarô Clássicos, alguns exemplos:

  • Tarô de Marselha,
  • Spanish Tarot,
  • Classic Tarot,
  • Fournier Tarot,
  • Angel Tarot,
  • Old English Tarot entre outros.

Comprar outro tarô sem ser um Clássico não é um problema, mas nada impede de ter um desses e um outro que você tenha olhado e gostado.
Eu mesmo sou o exemplo de quem comprou o primeiro Tarô sem ser um Tarô Clássico, mas eu não tive ninguém no início pra me dar alguns toques.

Obs: Não existe um tarô melhor que o outro, existe apenas aquele que você vai se identificar mais.

2 – Como iniciar os estudos?

Se você tiver como fazer um curso, muito bom.
Caso não seja esse o caso, procurar por livros e sites de confiança.
A melhor forma de escolher é lendo um pouco do material, caso você não se identifique com a linguagem, parta para outro.
Existem vários cursos, alguns que serão baseados na simbologia das cartas e outros que vão simplesmente meditar com as cartas. Se algum texto começar falando que precisa ter o dom, ter mediunidade entre outros pré-requisitos, esqueça essa parte e continue seus estudos pois para o Tarô você só precisa estudar e praticar. Com o devido tempo os insights virão.

3 – Para qual finalidade usar o Tarô?

Realmente essa é uma pergunta muito pessoal, mas vale lembrar que o Tarô é muito mais que um sistema para predizer o futuro.
Com o Tarô a pessoa poderá:

  • se conhecer mais,
  • saber mais a respeito de seus limites, mais de seus bloqueios,
  • aprender a vencer obstáculos não por simplesmente saber o que esta por vir, mas por que se preparou para os seus próprios bloqueios.
Encontrar o centro nos estudos.

Encontrar o centro.

Dificilmente você verá alguém consultando o Tarô no momento em que se esta bem com a vida.
Porém quando alguém procura o Tarô, o Tarólogo, tem a responsabilidade de ir além da resposta sim ou não.
Deve procurar perceber nas cartas o que realmente a pessoa precisa naquele momento.

Qualquer dúvida, deixe uma mensagem e acompanhe as postagens para saber a resposta.

Grande abraço e um bom início com o Tarô.